2014 finalmente começou!

0
2077

Fim do Carnaval! Finalmente o ano começou!

E não é um ano qualquer! É ano de Copa do Mundo! E é aqui no Brasil! É ano de eleições! Com certeza é um ano de muitas oportunidades e ameaças.

Mas se formos nos preparando desde já, com certeza teremos muitas oportunidades!

  • Conheça o nossos Cursos Online e aprenda a criar seus próprios projetos gráficos. Domine o Photoshop, Illustrator e InDesign como um designer gráfico profissional.

Oportunidades da Copa!

Sabemos que Copa do Mundo tem dois lados para as empresas. Por um lado temos um aumento nos pedidos esporádicos liados aos temas da copa. É ano de fazer muito brinde, como tabela de copa, viseiras e ventarolas.

As empresas que lidam diretamente com o público também aumentarão seus pedidos de cartões, panfletos, menus, e tudo mais que for necessário para divulgar as suas marcas.

Por outro lado teremos as tradicionais paradas para assistir os jogos. Funcionários desatentos e, principalmente, cometendo muitos erros!

É necessário que façamos um apanhado de todos nossos clientes, analisando aqueles que podem vir a ter aumento na demanda devido a copa do mundo.

Nem todo mundo se prepara como deve. Muitos vão deixar para pensar no assunto somente nas vésperas dos jogos.

Como você vai ter dificuldade de atendê-los na ultima semana antes dos jogos, poderá perder muitos negócios. Por isso é importante ir se preparando desde já e ao invés de aguardar os clientes, se antecipar e ir a eles com soluções já prontas para serem colocadas em prática. Você vai ver como eles vão adorar as suas idéias!

copa do mundo 2014

Oportunidades das eleições!

Eleição virou sinônimo de muito papel e banner na rua.

É uma oportunidade sem igual para as gráficas. Todo político assim que o TRE permitir, quer colocar na rua seus papéis e galhardetes para atingir o máximo de eleitores possível.

Comprador não vai faltar! Mas será que são tudo flores? E na hora de receber?

É, meus amigos! Político tem fama de mal pagador!

E o pior, é que a maioria deles fica com a fama sem ter culpa.

Começa assim! Um grande político mobiliza uns 20 políticos menores, que mobilizam cada um outros 50 políticos locais. Um vai prometendo mundo e fundos para o outro. Dinheiro não é problema pois o partido vai cobrir tudo!

E o político pequeno, que já é o seu cliente a tempos, faz seu material político, apoiando A e B, garantindo pagamento acima do que ele pode realmente gastar. O material vai as ruas, é totalmente distribuído e depois vem a conta e o calote dos políticos maiores. Como foi tudo feito de boca, ele fica no prejuízo, dando calote na gráfica!

Gráfico que confiou corre o risco de quebrar e além disso perde um bom cliente que acabou sendo enganado pelos políticos maiores. Ele não vai ser eleito, mas pode ser que A e B sejam, às custas dele. Mesmo que não sejam eleitos, vão ser chamados para cargos como secretarias, gabinetes, ministérios e outros mais.

Pode ser uma grande oportunidade transformada em ameaça!

Se preparando!

Mas vamos pensar positivo!

Vamos trabalhar da maneira correta para que só tenhamos oportunidades!

A primeira coisa a fazer é avaliar todos nossos clientes e ver quais são aqueles com maiores potenciais para essas duas grandes oportunidades!

Para cada um desses clientes, defina vários produtos que possam ser usados e vá pessoalmente a eles para apresentar a sua proposta! Um contato pessoal é bem melhor do que uma tradicional mala direta. Assim você garante a atenção deles e fica na frente da concorrência que nem pensou e nada, ou está tentando atingi-los por mala direta.

Não esqueça de pedir indicações nesses contatos. Principalmente no caso de políticos, pode haver muita indicação de correligionários sem grandes contatos em gráficas. Isto pode gerar novas oportunidades.

Para o restante da sua clientela, vá de mala direta mesmo. Pode ser que você fisgue algum peixe que desconhecia estar por perto.

Como é uma época de grandes sonhos, se previna pedindo polpudos sinais para iniciar os trabalhos. Em alguns casos pode até dar prazos, mas separe as custas o mais breve possível para não deixar a oportunidade virar ameaça.

Uma boa coisa pode ser usar outros meios de pagamento, como cartões de crédito. Assim você repassa o risco para as administradoras de cartão e garante boas oportunidades para seus clientes.

Um bom mostruário também é importante. Ao mostrar um produto, seu cliente pode deparar com outra coisa que você possui e que ele nunca associou aos seus serviços. Quer um exemplo?

Imagine estar indo no cliente para mostrar cartões e panfletos. Que tal ter uma faixa ou banner em mãos e deixar que ele veja!

Pode ser que ele nunca tenha associado você a esse tipo de serviço e acabe optando por fazer com você estes materiais.

Se preparando bem, um mar de oportunidades se abrirá para você!

eleições 2014

Ponto crítico: Recebimentos!

Este é o ponto crítico nesses tipos de oportunidades.

É bom lembrar que mitos clientes superestimam as suas possibilidades.

Aqueles que investem na copa podem não conseguir atrair clientes o suficiente para seus negócios. O político pode não se eleger!

Muitas vezes eles dão como certo o sucesso e já contam com os ganhos recebidos por esse sucesso!

O pior é que contam com isto para te pagar! Você vai ficar otimista também?

Mais uma vez reforço: Logo ao pedir o sinal, livre seus custos para que não fique a ver navio!

Distribua o risco com as administradoras de cartões. Mas vale perder um pouco com as taxas delas tendo um lucro no final, do que perder tudo!

E investimentos?

Uma coisa a se pensar também é na possibilidade de comprar novo maquinário para aproveitar as oportunidades.

E não é só coisa grande não!

Aqui vale até pequenas máquinas jato de tinta e laser, offsets, plotters.

Principalmente se você conseguir fechar parcerias desde cedo com clientes fiéis, pode conseguir pagar boa parte do valor desses equipamentos e sair no lucro no final do período.

Ás vésperas dos eventos e das eleições é comum o cliente ter o dinheiro para dar uma última tacada e não ter máquinas para atender. Daí uma impressora de mesa com bom desempenho, ou laser, pode atingir esse público que quer de qualquer maneira o produto “para ontem”. Uma máquina própria pode ajudar muito nessa hora.

Quem sabe não é hora de desengavetar aquela análise de compra ou levantar um parcelamento para uma expansão na gráfica?

Conclusão

O ano de 2014 será um ano de grandes oportunidades e algumas ameaças.

Cabe a nós, empreendedores, trabalhar bem nosso planejamento e aproveitar as oportunidades.

Sabendo fazer isto, pode-se ter grandes avanços nesta época!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here