8 dicas que você precisa saber antes de enviar um arquivo para impressão

4
10633

Quem trabalha em uma gráfica sabe que um arquivo que irá ser impresso precisa de uma atenção necessária.

As pessoas que não fazem parte deste trabalho diariamente não imaginam que enviar um arquivo dentro do Word, ou mesmo no Paint, não é a maneira correta para fazer da impressão algo perfeito. Muito pelo contrario! Existem certos cuidados com sua arte final que é de extrema importância para o resultado final.

É preciso que as cores e os espaçamentos sejam fieis ao que você verificou na tela de seu computador.

  • Conheça o nossos Cursos Online e aprenda a criar seus próprios projetos gráficos. Domine o Photoshop, Illustrator e InDesign como um designer gráfico profissional.

Para minimizar estes erros que acabam tomando bastante tempo das gráficas e dos seus clientes, elaboramos aqui uma lista com os principais cuidados que sua empresa tem que ter na elaboração da arte final para que sua impressão esteja de acordo com suas expectativas.

dicasenvio01

Dicas para envio de arquivos

Dica 1: É imprescindível que você coloque as marcas de registro se houver faca especial ou verniz para que elas não fiquem desalinhadas. Caso esteja usando uma gráfica com produtos padronizados ao invés de marcas, obedeça exatamente os limites de tamanho da arte, pois a produção se encarregará do encaixe junto aos demais clientes.

Dica 2: Em impressos, a medida utilizada é centímetros (cm) e não pixels. Portanto, uma arte em 500 x 500 px, por exemplo, não serve para impressão.

Dica 3: Existem muitos processos de impressão (offset, flexografia, serigrafia) e é muito importante saber qual será o método adotado, pois isso impactará na finalização de sua arte.

Dica 4: Saiba exatamente qual o tipo de material que você quer fazer a impressão. Certifique-se em qual tipo de papel seu projeto será impresso; se utilizará algum tipo de outro material como plástico, tecido ou superfícies metálicas; se terá verniz (e onde estará localizado); etc. Estas questões impactam e muito na criação e finalização da arte.

Dica 5: O padrão de cores é um dos pontos primordiais para verificar antes de enviar para impressão e um dos fatores que mais gera contradição nos resultados. O padrão de cores utilizado é o CMYK (Cyan, Magenta, Yellow e Black) e a tela do computador exibe o padrão RGB (Red, Green e Blue). Por isso, é necessário que para que se alcance a cor desejada, seja utilizada uma escala cromática como a da Pantone, que é um padrão universal de cores para impressão.

Dica 6: Evite usar sombras, degradês e blends dentro do programa no qual você está finalizando o arquivo, pois são estruturas muito complexas que elevam o tamanho do arquivo, o tempo de renderização e o tempo de impressão. Dê preferência para a aplicação de qualquer efeito gráfico e filtros dentro do software de tratamento de imagem e aplique a imagem no arquivo final como um bitmap.

Dica 7: Não utilize fios com espessura hairline, pois dependendo do tipo de impressão, ela pode ficar praticamente invisível. Utilize medidas de, no mínimo, 0,425pts ou 0,15mm.

Dica 8: Em todo o processo de criação de sua arte, organize os arquivos utilizados como imagens, fontes e textos em uma mesma pasta, junto com o arquivo final, pois eles também deverão ser enviados para a gráfica juntamente com o arquivo para a impressão.

dicasenvio02

Além destas preciosas dicas, é importante ressaltar que atualmente é mais comum os arquivos serem enviados à gráfica fechados e não abertos. O arquivo original é convertido em OS (Postscript) e depois em PDF/X-1a. Dessa forma pode-se garantir sua qualidade e conteúdo, além de ser compacto. Nele estará linkadas todas as imagens, fontes e ilustrações vetoriais, assim como estará estipulado o tamanho da página, áreas de sangria e marcação de corte. Caso haja necessidade de enviar o arquivo original (aberto) do aplicativo à gráfica, é preciso gerar um pacote de impressão, que é uma pasta contendo todas as páginas diagramadas, as imagens, ilustrações e fontes utilizadas. O envio é realizado por FTP, ferramenta de transmissão de arquivos via TCP/IP. Caso a gráfica escolhida peça em outros formatos, você deve se adequar a eles, por isso é tão importante falar com a gráfica antes de enviar os arquivos.

Quando seu cliente entrar em contato, explique a ele todos estes cuidados e faça-o sentir confortável e seguro ao enviar seus arquivos para impressão.

Que tal surpreender, desenvolver um documento com estas dicas, e enviar para seus clientes? Isso otimizará tempo e consequentemente, dinheiro. Pense nisso!

 

4 COMMENTS

  1. Olá, Paulo! Você poderia fazer um post sobre as impressoras Office Jet da HP? Parecem ser uma boa novidade no mercado gráfico de pequeno port

    Grande abraço e parabéns pelo trabalho

    • Haroldo,
      Eu perdi a deixa de comentar sobre a HP Pro X. Na verdade ela não chegou a ser uma novidade. A primeira que apareceu foi a Jetforce da Rico (https://www.cardquali.com/impressao-jato-de-tinta-a-jato/) que é A3 e é mais rápida (150 paginas por minuto) e depois a Memjet (https://www.cardquali.com/memjet-nova-tecnologia-jato-de-tinta/), que é forte lá fora mas não entrou ainda no mercado nacional.
      A HP Pro X está bem marcada nos comentários, mas na verdade ela é uma adaptação dessas duas tecnologias. O cabeçote dela nada mais é do que diversas cabeças normais HParrumadas lado a lado… é uma cópia descarada da HP e nem consegue ter o tempo de uso das demais impressoras… isso a HP não fala.
      Mas mesmo perdendo a cabeça depois de uns 6 meses (com uso gráfico intenso) e precisar de um bom bulk ink para compensar no custo de impressão, é uma boa máquina que consegue se pagar e pode ser uma mão na roda para pequenos gráficos que precisem atender sua região com panfletos rápidos. No mercado livre os panfletos vem sendo oferecidos na faixa dos R$ 40 o milheiro no tamanho 10×14 em papel sulfite… ela faz isso em pouquíssimo tempo (menos de 10 minutos) e para uns investimento de 2-3 mil na impressora+bulk é um excelente negócio.
      Se tiver curiosidade entra no canal do youtube do mundocollor (https://www.youtube.com/channel/UC6HyDpBmiKJESJFmwEYeQkQ) nele você vai conhecer os bulk ink e vai saber bastante sobre essa impressora e os problemas que pode enfrentar (eles mostram detalhes de destravar a impressora, fazer limpeza e outras coisinhas mais muito importantes).
      Depois me fala o que achou dos vídeos.
      Abraços,

  2. Estou fazendo um curso design gráfico
    mais a inda tenho muito o que aprender
    Então eu quero uma ajuda por favor
    Por onde tenho que começar

    • Dicas para iniciantes:
      1. assistir as aulas grátis aqui do blog.
      2. entrar no site do Liute (www.clubedodesign.com) e assistir as aulas de lá.
      3. entrar nos links na lateral do blog e fazer os cursos do cursos 24 horas. Eles são piores do que nossas aulas, mas estão completos… um complementa o outro.
      4. ter noções de design ao pé da letra entrando no curso da criativosfera – http://www.criativosfera.com.br – é uma matrícula única e estão sempre lançando novos cursos.
      5. treinar bastante e entrar no mercado.
      6. entrar na página do facebook do clube do design e trocar idéias com outros profissionais.
      7. se passar nas etyapas anteriores, cata um curso de design, publicidade, comunicação social e parte para um mercado mais promissor que é na área de propaganda e publicidade.
      Mãos a obra.
      Abraços,

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here