O que é Tipografia?

0
20071
Prensa Tipográfica de Gutenberg
Prensa Tipográfica de Gutenberg

A Tipografia reinou absoluta por mais de quatro séculos como o principal meio de impressão. Foi inventada por Gutenberg por volta do ano de 1439 e foi uma das maiores invenções de todos os tempos. Através dela foi possível disseminar a escrita para as massas e dar o primeiro passo na democratização do conhecimento. Mas, você sabe do que se trata?

A CRIAÇÃO

Tipos Móveis de madeira e de chumbo
Tipos Móveis de madeira e de chumbo

Foi no ano de 1439 que Gutenberg criou a prensa de tipos móveis. Era a invenção de primeira máquina tipográfica. Na verdade os chineses já faziam algo parecido, mas o tipo móvel crado por Gutenberg permitiu uma grande flexibilidade de sua invenção.
Antes disto os livros eram escritos e copiados a mão, limitando muito a sua quantidade.
Gutenberg criou letras que podiam ser encaixadas lado a lado, formando o texto a ser escrito. No processo, pegava-se esta placa, aplicava-se tinta, colocava-se o papel sobre a placa e fazia-se uso de uma prensa para passar a tinta para o papel sob pressão.

Máquina Tipográfica Automática
Máquina Tipográfica Automática

EVOLUÇÃO

Com o passar do tempo os tipos móveis começaram a variar de tamanho e tipo de letras. Os profissionais se adaptaram a ler e escrever com os tipos invertidos, característica da tipografia ao montar as placas. A fixação das placas evoluiu de maneira que não se soltassem no processo.
As máquinas saíram do modo plano e manual, para máquinas que trabalham na vertical e de maneira semi-automática e automática.
A alimentação do papel saiu da alimentação manual para uma alimentação automática.
As máquinas evoluíram até atingir seu limite de velocidade de umas 30 folhas por minuto.

  • Conheça o nossos Cursos Online e aprenda a criar seus próprios projetos gráficos. Domine o Photoshop, Illustrator e InDesign como um designer gráfico profissional.

DECADÊNCIA

No início do Século XX, surgiu o processo offset.
Pouco a pouco foi acabando com as vantagens da tipografia.
Já nos anos 70, só era usada em poucos nichos, tais como na confecção de notas fiscais, folhinhas e calendários. Somente se manteve onde era necessário fazer numeração e impressão em pequenos substratos.
Hoje, é uma raridade muito pouco usada. Ainda é vista em gráficas fazendo numerações e alguns serviços de corte e vinco. Mas já existem tecnologias para acabar com este nicho.

Tipógrafo montando chapa com tipos móveis
Tipógrafo montando chapa com tipos móveis

E OS PROFISSIONAIS?

O tipógrafo já foi um profissional muito conceituado. Hoje não existe mais a profissão.
Poucos foram os que evoluíram e mudaram.

CONCLUSÃO

A tecnologia é uma coisa extremamente mutável. Alta tecnologia de hoje será tecnologia atrasada amanhã.
Devemos ficar antenados com as mudanças para não ficarmos obsoletos.
Até o próximo post. Não esqueça de indicar nosso blog.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here