Lei de Pareto aplicado a gráficas

4
7356

A famosa Lei de Pareto pode ser aplicada a quase todas as áreas. Muitos a conhecem, mas não sabem o seu nome. Como jamais vi um artigo mostrando como ela pode ser aplicada a seu negócio gráfico, vai aqui uma breve explicação desta fenomenal ferramenta.

O que é Lei de Pareto?

A Lei de Pareto foi criada pelo economista italiano Vilfredo Pareto e afirmava que 20% dos eventos provocam 80% dos resultados.

Ou seja, exemplificando para um melhor entendimento, considere que você tenha todos seus clientes numa planilha com seus respectivos faturamentos. Se pegar apenas 20% deles (seus clientes principais) vai ter 80% do seu faturamento total.

  • Conheça o nossos Cursos Online e aprenda a criar seus próprios projetos gráficos. Domine o Photoshop, Illustrator e InDesign como um designer gráfico profissional.

Mas isto só serve para clientes?

Não! A Lei de Pareto tem se mostrado universal a séculos, para quase todos os campos do conhecimento humano.

Então surge a pergunta: Como reconhecer a existência dela no meu negócio e como tirar proveito da mesma?

80x20

Clientes x Faturamento

A primeira aplicação da Lei de Pareto é exatamente o reconhecimento dos nossos verdadeiros bons clientes.

Muitas vezes perdemos tempo tentando paparicando determinado cliente que faz um grande pedido e não percebemos aquele cliente que vem todo dia, faz um pequeno pedido e retorna diariamente.

Ao juntarmos todas as vendas de cada cliente, perceberemos qual o verdadeiro faturamento de cada cliente. Organizando-os do maior faturamento para o menor. Conte quantos clientes você possui no cadastro e pegue os 20% primeiros. Agora some o faturamento deles e verifique se não significam os 80% do seu faturamento total. Se variar será muito pouco e por pouquíssimo tempo… como mágica.

E como usar isto?

O segredo é dedicar cada vez mais tempo para atender estes 20% preferenciais, se especializando no tipo de produto oferecido para eles. Com isto o seu faturamento irá gradualmente aumentar.

Mas daí a Regra dos 80×20 não vai por água abaixo? Não… ela vai arrumar um jeito de incluir novos clientes na sua grade equalizando a equação. Digamos que você tenha hoje 500 clientes e 100 deles são os seus clientes principais. Se dedicando aos principais, alguns clientes irão crescer em faturamento e outros nem tanto. Com o tempo você pode ter um perfil com 400 clientes, sendo apenas 80 principais clientes. Com isso vai atender menos clientes, mas vai manter uma melhor qualidade (e melhores resultados). Se ao contrário quiser investir nos piores clientes para não perder nenhum clientes, com certeza ou irá crescer para uns 600 clientes com uns 120 principais, mais a sua qualidade e rentabilidade irá diminuir.

Portanto use a regra para melhorar a qualidade e não o contrário.

Quantidade x Problemas

A Lei de Pareto também se aplica aos problemas na gráfica.

Ela afirma que 20% de seus problemas serão os causadores de 80% de seus problemas. Posso te afirmar que com certeza não estarão dentro dos 20% mais rentáveis dos cálculos ateriores.

Agora você já sabe quais clientes estará perdendo? É ou não um bom negócio!

Mas não festeje! Outros problemas virão! Mas pelo menos agora a tendência será te causarem menos problemas que os anteriores… por isso o aumento geral do faturamento.

E como evitar estes 20% mais problemáticos? Que tal cobrar mais caro? Muitos vão correr de você! Outros irão começar a valorizar mais o seu serviço, pois você não estará mais louco para pegar tudo que aparecer na frente.

principio de pareto 80x20

Abaixando os custos

E que tal usar a regra agora para abaixar o custo!

É normal sairmos como um louco atrás de preço daquele papel especial caríssimo que raramente usamos. Podemos estar perdendo um tempo valioso nestas buscas.

Que tal aplicarmos a Lei de Pareto, planilhando todas nossas despesas e focando nosso tempo para abaixar o custo dos 20% dos produtos que mais usamos? Afinal eles tem 80% do nosso custo!

Focando-se em apenas 20% dos produtos, nossas cotações de preços serão mais completas e nos darão um resultado muito mais efetivo.

Entendeu como pode aplicar a regra do 80×20?

Funcionários

Tem muitos funcionários? Pareto também te ajuda!

Saiba que 20% dos seus funcionários são responsáveis por 80% das suas vendas, da sua produtividade.

Portanto trate muito bem estes seus diamantes!

Por outro lado, 80% dos seus problemas são causados por apenas 20% dos funcionários (geralmente os menos produtivos).

Tem que mandar gente embora… Pareto ajuda!

Marketing

Você faz propaganda com certeza, não faz?

Bem… vamos considerar que você faz o seu dever de casa e divulga o seu negócio!

A Lei de Pareto afirma que 80% dos resultados obtidos vem de apenas 20% dos recursos aplicados.

Sentiu como pode economizar no processo? Entenda onde os resultados são mais efetivos e foque-se no que dá resultado.

É um trabalho contínuo. Tente sempre novos canais de comunicação e vá mantendo e incrementando os recursos aplicados para os que trazem melhor resultado. Pareto vai te ajudar neste processo.

A Lei de Pareto é precisa?

Alguns aqui vão parar para discutir comigo que esta lei não é precisa. Vão afirmar que nos seus casos deu apenas 18 ou 22%.

Aqui cabe uma observação.

Esta não é uma lei física e sim uma observação estatística. Ela admite alguma variação.

Existem também casos de má amostragem. Nós simplesmente esquecemos de anotar alguns dados, principalmente os clientes menores ou aqueles que vem diariamente e nem nos percebemos da importância dos mesmos.

Agora digamos que a Lei de Pareto esteja errada. No seu caso ela dá 25×90 nas vendas e 15×70 nos custos. Será que a ideia da mesma não vai continuar sendo válida para você?

Vai jogar fora uma grande ferramenta apenas para provar que está certo?

Lembre-se… a empresa é sua! Você quer ferramentas para crescer ou para te ajudar a falir?

Use os princípios de Pareto, independentemente o valor que encontrar… adapte-o a sua realidade.

Conclusão

Eu poderia ficar aqui falando horas sobre a Lei de Pareto.

Mas o mais importante aqui é saber que esta lei pode ser aplicada também ao ambiente gráfico.

Não me será possível dar o exemplo concreto para o seu negócio. Cada negócio tem suas características próprias.

Procure usar estas ferramentas para ajudar no crescimento de sua empresa, quer você seja o dono da mesma ou um mero funcionário.

Espero que tenham gostado do post.

Até o próximo post.

Abraços.

4 COMMENTS

  1. Vcs falam que devemos parar de “prostituir” o mercado e vcs mesmo anunciam cartão de visitas por 39 reais o milheiro… Não da pra entender, querem engolir os pequenos? rs

    • Wesley,
      Antes de mais nada sou um dos pequenos.
      Antigamente se cobrava R$ 200 por um cento de cartão feito em tipografia em 1 cor e R$ 1 mil um milheiro de cartão em offset 4 cores.
      Uma pessoa que cobre R$ 200 no milheiro do cartão estaria prostituindo o mercado se analisado desse prisma.
      Mas eles levavam mais de 8 horas para fazer esse material. Hoje mandamos para as grandes distribuidora e pagamos entre R$ 12 e R$ 30 e não gastamos tempo algum.
      Cobrar entre R$ 60 e R$ 100 com a arte não é um absurdo nessa situação.
      Não seria pior ter os chineses entregando aqui os cartões na faixa dos R$ 40 como eles tentam fazer? Só não fizeram devido a nossos preços terem abaixado.
      Poderia não ter mais mercado gráfico no Brasil… já pensou nisso? Chegamos a perder o mercado calçadista, textil e outros.
      É a tal da Globalização… pelo menos dessa vez podemos estar protegidos pelos nossos preços baixos.
      abraços,

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here