OKI Pro Color 920 WT – Impressora A3 com toner branco para transfer

6
19783

Respondendo a pergunta de um leitor me deparei  com essa máquina nova da Okidata Pro Color 920 WT, irmã maior da conhecida Oki C711WT que já atende nosso mercado local no tamanho A4. A 920 WT permite fazer impressões A3 e já leva a camada branca, dispensando papel transfer especial.

Tecnologia

Para quem não conhece as impressoras da Okidata, essa impressora trabalha com uma tecnologia diferente das tradicionais impressoras laser do mercado. Ao invés de usar um laser que é refletido num espelho, ela usa um pente de leds que faz a sensibilização do cilindro.

Elas não ficam nada a dever perante as impressoras laser, pois a cabeça de leds tem uma excelente resolução.

  • Conheça o nossos Cursos Online e aprenda a criar seus próprios projetos gráficos. Domine o Photoshop, Illustrator e InDesign como um designer gráfico profissional.

oki 911 WT toner branco a3

A vantagem é que por ter menos partes móveis a impressora fica mais robusta e durável.

A desvantagem seria a queima da cabeça de impressão, mas pelo visto estas tem se saído melhor do que a manutenção do laser e de seus espelhos. Simples cuidados como a filtragem da rede com aparelhos relativamente simples garantem boa durabilidade desses componentes.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre essa tecnologia sugiro ver esse vídeo:

Vantagem para o gráfico

A grande vantagem para o gráfico é sem dúvida a presença do toner branco.

Ele foi desenvolvido originalmente para atender o mercado de transfer, por isso leva no seu nome a sigla WT (White Transfer – toner branco).

Com uso do toner branco pode-se usar o transfer comum, economizando na compra dos caros transfer dark, e de quebra livra-se de problemas como o recorte da mascara branca e o seu encaixe. Quem é do ramo sabe bem o que estou falando.

Mas dentre as vantagens tem toda uma série de novidades.

O toner branco permite fazer materiais sobre substratos prateados ou dourados, permitindo criar materiais incríveis, que concorrem com o hotstamp e outras aplicações. Será possível criar cartões e postais metalizados, pois o toner das cores são transparentes. Assim  você fica com a opção de imprimir metalizado nas partes que não pegam a mascara branca e chapado nos locais onde existe a máscara, tal qual a linha de produtos oferecida pela AtualCard já a algum tempo.

Outra grande vantagem é a própria impressão branca. Pode-se usar substratos coloridos e simplesmente imprimir branco sobre eles, coisa impossível de ser feita com impressoras comuns e de certo modo até pouco encontrada no mercado offset.

Outro diferencial e a possibilidade de imprimir desde tamanhos pequenos até faixas com 11,6×52 polegadas (cerca de 30×133 cm).

Nas brochuras presentes no site oficial nota-se também a impressão em substratos plásticos como rótulos de água mineral,

oki 911 WT faixas grandes

Qualidade de impressão

Ainda não nos foi possível verificar ao vivo a qualidade de impressão dessas máquinas. Mas sabemos pela sua irmã menorzinha que a qualidade é bem razoável, atendendo plenamente os desejos da grande maioria dos clientes.

Pelo que eu já vi a qualidade se situa bem acima das impressoras de menor valor, mas ainda um pouco abaixo das impressoras laser top de linha.

No site falam de toner com micro poros, mas o que isso vem realmente significar ainda é uma coisa abstrata.

Em geral podemos dizer que para quem faz transfer com regularidade e busca materiais diferenciados para o seu mix, tais como cartões especiais ou impressão em branco, essa sem dúvida é uma excelente opção.

Se quiser conhecer um pouco mais das características dela basta baixar os catálogos em PDF. Eu separei essas para você:

Site oficial: http://www.okidata.com/procolor/pro920wt

PDF com mídias e tecnologia: http://www.okidata.com/resources/products/brochure/oki-full-line-product-brochure.pdf

PDF com exemplos de transfer: http://www.okidata.com/resources/products/brochure/c711wt.pdf

PDF oficial: http://www.okidata.com/documents/downloads/procolor/pro920wt.pdf

oki 911 WT produtos brancos

Vendas no Brasil

Não achei nada sobre essa máquina aqui no Brasil. Todas as informações que obtive foi através do site da okidata nos estados unidos.

Para que sabe trazer desses equipamentos lá de fora não tem problema algum. Mas quem depende do lançamento Nacional ou dos importadores e se interessou pala máquina, basta começar a catucar eles que logo perceberão o mercado está pedindo pela máquina.

Se for importar, lembre-se que precisa manter um fluxo constante dos insumos e haverá risco de falta de manutenção, por falta de profissionais capacitados aqui no Brasil.

Mas já dá para ir chateando as pessoas que decidem o que vão trazer ou não para o Brasil.

As irmãs sem toner branco dela já estão no nosso mercado (série 900), mas o tal do WT ainda não apareceu entre as opções.

Para quem está curioso, vi nos vídeos do Youtube o pessoal vendendo essa máquina por cerca de U$ 7.500 preço compatível com as demais impressoras A3 de qualidade no mercado.

Conclusão

Uma das perguntas mais frequentes aqui no blog é qual impressora eu devo comprar. E tivemos um incremento muito grande de leitores descambando para á área de sublimação e transfer.

Essa impressora permite atender bem essa área e permite também fazer uma série de serviços que não são oferecidos pelos grandes distribuidores.

Com isso se torna uma excelente opção e compra para o pequeno gráfico, pois vai garantir a ele trabalhar num nicho pouco explorado, permitindo inclusive vender esses serviços para outros gráficos que não tem como adquirir esses produtos mais que desejam atuar nessas áreas.

Por isso fica minha indicação para esse produto!

6 COMMENTS

  1. Bom dia Paulo,

    Excelente texto, não há muita informação deste equipamento e processo ainda no Brasil (quase zero).
    Mudando um pouco de assunto, Paulo, você já utilizou alguns destes transfers “Self Weeding” para produtos têxteis (FOREVER Laser Dark No-cut / JOto Trim-free e por ai vai)?

    Se sim, sabe me informar a qualidade e durabilidade dos mesmos.
    Por exemplo, em relação aos transfers de impressão comuns, tranfers flex/flock, impressão DTG, silk screen, etc.

    Se puder fazer uma tabela comparativa, agradeço.
    Aqui uma tabela que achei interessante mas não abrange este processo: http://www.spreadshirt.com/-C1328/categoryId/9

    Abraço.

    • Giovani,
      Hoje o meu foco é revenda de produtos gráficos (panfletos/cartões) feitos em offset.
      A parte de transfer e sublimação eu só sei o básico e o que andei estudando.
      O que posso te passar é que nessa ultima feira que fui 90% dos produtos eram voltados para sublimação. Não se via quase nada de transfer e silk.
      Não conheço a durabilidade dos transfers, nem o comum, nem o com a mascara para superfícies escuras. Pelo que sei são duráveis, mas com menor qualidade que a sublimação.
      Tenho visto algo de DTG, mas mais voltado para a pequena tiragem e pelo alto custo não creio que afete muito a sublimação. Em termos de custo é mais rápido e barato ter 10 impressoras de sublimação abastecendo uma prensa, chegando a várias camisas por minuto, do que ter um DTG que leva 5 ou 6 minutos imprimindo uma camisa… o custo seria o mesmo.
      A questão da durabilidade pode ser vista na tabela que você indicou… a DTG tem durabilidade apenas alta, enquanto os demais métodos são muito altos. O silk sobrevive com as técnicas especiais como a flocagem, emborrachado, relevo e tintas especiais como prata e ouro.
      Tem gente sublimando camisas escuras fazendo aplicação de camada branca antes usando recorte eletronico e encaixe das figuras.
      segue esse link: https://www.youtube.com/watch?v=w1wQuTvcVUU
      abraços,

  2. Olá Paulo,

    Procurei em seu site e e outros na internet, porém não encontro muita informação a respeito de envelopes, tenho uma pequena conviteria e faço os envelopes manualmente, colando-os com fita dupla face pois foi a forma que melhor me adaptei, porém isso leva muito tempo e com as vendas aumentando não tenho conseguido atender a demanda pela demora no processo de colagem dos envelopes, você teria alguma dica sobre o tipo de cola que posso utilizar, pois tentei colas comuns, branca, bastão etc e não tive bons resultados e formas de poder otimizar a produção? Agradeço imensamente e peço desculpas pela pergunta no local errado, já que foge totalmente ao tema do post, é que realmente não encontrei nada a respeito em seu site.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here